Pular Navegação (s)
18/11/2019

LUZ, CÂMERA, POESIA!

NOVA ANTOLOGIA POÉTICA DA OFICINA RAQUEL

UMA ESPÉCIE DE CINEMA

A Editora Oficina Raquel lançou recentemente sua nova antologia: Uma Espécie de Cinema. O livro reúne 50 poemas brasileiros e 50 poemas portugueses, em função da presença temática e estrutural da sétima arte. 

A obra trás poemas de Adília Lopes, Glauco Mattoso, Manoel de Barros e Herberto Helder, que afirma que "as palavras, devido ao poder de invenção que as caracteriza, têm a virtualidade de ganhar autonomia, passando então a reportar-se “a um novo universo ao qual é possível assistir/ ‘ver’/ como se vê o que comporta uma certa inflexão/ de voz”. É esse universo que depois descreve como “uma espécie de cinema das palavras/ ou uma forma de vida assustadoramente juvenil”: um mundo nascente, concebido em imagens articuladas com o som, provindas das modulações da voz. Um mundo dado em imagens reorganizadas, que cabe ao leitor resgatar, do mesmo modo que o poeta as resgatou do caos."

O livro é organizado em 3 partes, e uma de suas características mais marcantes é a reunião de poemas de 2 países diferentes, a fim de que o leitor tenha contato com poetas que talvez esteja lendo pela primeira vez. Para além disso, torna-se interessante entrar nesse universo e comparar atitudes perante o cinema em referência ao cotidiano. 

CORRA E ADQUIRA JÁ O SEU!