Publicado em 1 comentário

Cem anos de Paulo Freire – Uma homenagem

 No ano em que é comemorado o centenário de Paulo Freire, é importante celebrar a atualidade e a presença incontornável de seu pensamento nos rumos da Educação.  Por isso, a Editora Oficina Raquel convida você, professor/professora, a nos ajudar a homenageá-lo.

Envie seu ensaio ou relato de experiência acerca da obra do grande educador. Nosso objetivo é reunir os melhores textos em livro, a ser publicado ainda em 2021. A publicação tenciona não apenas tornar significativo o pensamento freiriano para a contemporaneidade, mas também oportunizar aos profissionais da Educação uma publicação de referência que os ajude a ressignificar práticas escolares a partir das concepções de Freire. Serão aceitos textos advindos de autores/as atuantes em quaisquer segmentos da Educação Básica e vinculados/as às mais variadas disciplinas ou áreas de Ensino.  As contribuições podem ser enviadas por profissionais do Brasil ou de outros países, desde que escritas em Língua Portuguesa.

Em 2012, Paulo Freire passou a ser reconhecido oficialmente como patrono da educação brasileira, a partir da lei nº 12.612. No entanto, observa-se, na história recente de seu próprio país de nascimento, que a memória do autor vem sofrendo diversos ataques de setores tradicionalistas que tentam deslegitimar seu legado. Segundo alguns especialistas, tal fato pode ser atribuído ao desconhecimento ou leitura superficial de sua obra e também, especialmente, ao temor causado por seu impacto na construção de uma educação cada vez mais comprometida com a justiça, a defesa do meio ambiente e a liberdade de expressão.  A despeito disso, segundo estudos apresentados na última edição da ANPED (2020), na América Latina existem, atualmente, 24 cátedras, 7 institutos, 1 universidade e 52 Grupos e Redes de Pesquisa, sendo, no Brasil, 1 Instituto, 10 cátedras e 46 grupos e Redes de pesquisa sobre o autor e sua obra. Tais dados atestam a forte presença de Paulo Freire não só como objeto de estudo, mas também como norteador de um pensamento e prática pedagógicos, que se estendem para além de seu tempo.

 Pensando na força dessa presença de Paulo Freire, sobretudo nesses tempos tão desafiadores, a Editora Oficina Raquel propõe a publicação de uma coletânea de textos em homenagem ao centenário do educador. A obra a ser produzida será fruto de uma escrita coletiva, a partir do convite a educadores, assumidamente comprometidos e identificados com a contribuição do autor, dispostos a partilhar suas ideias e inspirações, pautadas pelo legado Freireano e evidenciadas em suas práticas cotidianas.  Trazer a presença de Paulo Freire no fazer e na escrita de educadores deste tempo, reafirma a força viva de seu pensamento, não para reproduzir fielmente suas ideias, mas, assim como ele mesmo preferia, para ressignificá-las, tomando-as para si, num gesto criativo e potente que faz ecoar seu legado, traduzindo a essência da leitura de mundo, que precede a leitura da palavra.

Convite aos educadores

 A ideia de produzir uma obra, escrita a várias mãos, reunindo visões e sentimentos de educadores que, por convicção e opção pedagógica, caminham em sintonia com uma Pedagogia Freireana tem como propósito favorecer o diálogo em suas múltiplas possibilidades (dos autores dos textos com o autor homenageado, dos autores entre si e dos leitores com a obra), materializando na coletânea de textos a serem escritos, a homenagem ao homem centenário, educador a frente e para além de seu tempo, que se por aqui ainda estivesse, certamente muito teria a nos dizer sobre tudo o que estamos vivendo, provocando novas reflexões e fazeres.  Por isso, o convite para integrar essa obra parte do desejo de ouvir diferentes vozes que, de algum modo, e em algum momento de suas trajetórias pessoais e profissionais, foram atravessadas pelo pensamento do autor e, provavelmente, dele têm se utilizado, como bússola, para enfrentar a tempestade sem perder o rumo e construir, com esperança otimista, novos cenários .  O que a obra de Paulo Freire tem a nos dizer, especialmente neste momento da educação no Brasil e no mundo? Como Freire se faz/fez presente em minha ação/trajetória? Que conceitos freireanos são /foram chaves importantes para nortear minhas opções como educador/educadora?  Estas são algumas das questões que podem conduzir as narrativas. Fica aqui reafirmado o convite!

Organização do projeto

O projeto é realizado pela Oficina Raquel com curadoria de Simone Monteiro 

 Mestre em Educação (PUC-RJ), pedagoga, especialista em Alfabetização (UFRJ) e em Midia, Tecnologias da Informação e Práticas Educacionais (PUC-RJ). Professora da Rede Pública Municipal de Ensino do Rio de Janeiro desde 1985.  Atualmente é Assessora de Articulação Pedagógica na MULTIRIO, empresa pública municipal de multimeios em educação da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, vinculada à Secretaria Municipal de Educação

Cronograma

 – 10 de junho de 2021: lançamento do formulário de inscrição;

– 10 de junho a 30 de agosto: envio dos textos;  Prorrogado para 15 de setembro.

– até 30 de setembro: análise dos textos recebidos;  Prorrogado para 15 de outubro.

– 10 de setembro: devolutiva aos autores; Prorrogado para 30 de outubro.

 

Um comentário sobre “Cem anos de Paulo Freire – Uma homenagem

  1. Parabéns pesquisadores e pesquisadoras freirianos e freirianas temos de deixar registros nesse ano de seu Centenário de que a educação libertadora é a única fonte de que devemos beber. Mantendo seus saberes ainda na escola do século XXI. Desejo-lhes sucesso.

Deixe uma resposta para Eva Terezinha Ferreira Jornada Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *