Nossa história

Criada em 2006, a Oficina Raquel começou a sua trajetória como uma editora artesanal que publicava poetas estreantes. Durante seus primeiros anos de atuação na cena literária carioca, organizava lançamentos e saraus em bares, centros culturais e livrarias independentes, descobrindo nomes da poesia brasileira. 

Em seu quarto ano de existência, seu até então sócio-fundador, Ricardo Pinto de Souza, convidou Raquel Menezes, uma jovem aluna do mestrado da Faculdade de Letras, para participar das atividades editoriais

Nessa nossa história, é importante esclarecer que a chegada de Raquel à editora não nomeou o negócio – o nome era uma homenagem a uma ex-noiva de Ricardo – ,mas trouxe novos ares à casa editorial, que passaria então a publicar livros com tiragens maiores, abandonaria o lado artesanal e começaria com um modelo de negócios voltado para distribuição em livrarias. 

Um ano depois de sua chegada, Raquel assumiria a editora sozinha, até que o primeiro poeta da editora, Luis Maffei, integrasse o quadro associativo. Durante este percurso juntos, a editora se firmou com uma editora independente comprometida especialmente com a literatura e o pensamento. 

Em 2018, apesar de permanecer como um colaborador inestimável, Luis deixou a sociedade.  No ano seguinte, para dar espaço a projetos voltados para jovens leitores e a formação de educadores, entrou para o corpo editorial o sócio Jorge Marques. 

Com o lema “Mais que livro, literatura”, a Oficina possui um catálogo com muita atenção à dimensão política do pensar. Trata-se de uma editora a favor da liberdade e da garantia dos direitos democráticos, e que entende o espaço privilegiado de atenção à linguagem como componente do que entendemos como humanidades. Por isso, desde sua origem, com a poesia, passando pela ficção, pela história, pela filosofia e pelo ensaio, discute temas da pauta atual.  Afinal nosso tempo é o contemporâneo, tempo único, radical, de leitura, em todos as formas, físicas e digitais. 


Nossa equipe

Raquel

Adoro ser editora. Sou radicalmente apaixonada por livros e entendo a leitura como elemento principal da formação do indivíduo. Por dois mandatos fui presidente da Libre – Liga Brasileira de Editores e ano passado finalista do Prêmio Jovens Talentos da Indústria do Livro do Publishnews. Desde que assumi a editora entendo o papel subversivo que o livro pode ter e, por isso, penso cada projeto editorial como um contributo para essa revolução humana. 

Jorge

Cercado de livros, porque eles são vida e transmitem vida. De tanto ler, achei que uma boa profissão seria lidar com leitura e literatura. Daí virei pesquisador: graduação em Letras, Mestrado e Doutorado em Literatura Brasileira.O magistério sempre esteve em conjunto com a pesquisa.  Sou professor efetivo titular do Colégio Pedro II e, ainda, autor de livros teóricos e críticos.  Duas alegrias recentes ter estreado no universo da literatura para jovens e fazer parte do corpo de editores da Oficina Raquel.

Ângela

Estou na editora desde 2016 e, o que era para durar alguns meses, dura até hoje. No início era apenas pra dar uma organizada nos livros, mas aos poucos fui me encantando e gostando de estar no meio de editores, autores, colaboradores e tal. Gosto da correria, das urgências e do aprendizado diário que a editora representa pra mim.

Yasmim

Sou graduanda de Letras: Português- Inglês na UFRJ. Atuo como assistente editorial na Editora Oficina Raquel desde setembro de 2019. Completamente apaixonada pelo mundo da literatura e por tudo que venha através dela.