Contos de Fadas e Histórias Clássicas

R$150,00

Design: Raquel Matsushita
Ilustrador: Rui de Oliveira
ISBN: 9786586280548
Edição: 1
Lançamento: 15.06.2021
Peso: 750.0g
Dimensões: 235.0 x 273.0 x 30.0 mm
Páginas: 160

Em estoque (pode ser encomendado)

REF: 9786586280548 Categorias: , ,

Descrição

O artista Rui de Oliveira está lançando, em parceria com a Oficina Raquel, Contos de Fadas e Histórias Clássicas ilustrados. Depois de uma belíssima campanha no catarse, chegamos agora à venda em nosso site e nas principais livrarias, para comemorar os 45 anos de ilustração do mestre Rui de Oliveira.

PARA PRESENTEAR OS AMANTES DO LIVRO ILUSTRADO, NA COMPRA DE UM EXEMPLAR DO LIVRO, GANHE UM BELO POSTAL A PARTIR DE UMA DAS IMAGENS DE RUI DE OLIVEIRA. A PROMOÇÃO É POR TEMPO LIMITADOR!

POSTAL A5 (medidas 14,8×21 cm)/ Supremo 250g/m/ IMPRESSÃO 4 CORES

ILUSTRAÇÃO ORIGINAL DO LIVRO Chapeuzinho vermelho e outros contos
Luciana Sandroni | Rui de Oliveira
Cia das Letrinhas, 2002.

 

 

As ilustrações selecionadas e reunidas aqui neste projeto são resultado de muitas publicações e projetos diferentes de Rui de Oliveira. Essa é uma obra diferenciada que agrada a todas as idades, desde suprir o nosso saudosismo até a leitura mais elaborada a uma criança. Ao invés de uma seleção de figuras pasteurizadas, temos uma verdadeira obra de arte.
Rui de Oliveira nos apresenta pelas mãos aquareladas de quem usa sua formação teórica e sua experiência técnica internacional em favor de uma narrativa imagética visceral, ainda que, ao mesmo tempo dócil.

Podemos afirmar que este livro, é perfeito para os amantes: de literatura, de ilustração, de pintura pois aprendemos com o mestre Rui que para ilustrar seja preciso saber ler e ser leitor contínuo, “a expressão textual fica comumente aquém da transcendência de certas imagens — qualquer palavra seria supérflua para explicá-la”. Afinal, em um texto, nem tudo se representa e nem todas as imagens se explicam por palavras, pois “para cada palavra, uma imagem diferente”.
Este ambicioso projeto conta com projeto gráfico de Raquel Matsushita, escolhida por Rui pela sua especial qualidade de harmonizar elementos antagônicos em seu trabalho. Tais como a tipologia, a gestualidade e a geometria. Em outras palavras, Raquel concilia a informalidade dionisíaca com o rigor apolíneo de pureza, como o próprio Rui assina em texto sobre Matsushita.

Encerrando com as palavras do mestre Rui de Oliveira esta apresentação, “o projeto deste álbum, que encerra um segmento fundamental em meu trabalho que são os Contos de Fadas e as Histórias Clássicas, expressa um dos objetivos mais nobres e perenes da arte da ilustração de livros: a criação da memória feliz dos leitores, quer sejam crianças jovens ou adultos.”

Rui de Oliveira nasceu no Rio de Janeiro, estudou pintura no Museu de Arte Moderna desta cidade, artes gráficas na Escola de Belas Artes da UFRJ e, durante 6 anos ilustração na Moholy-Nagy University of Art and Design, em Budapeste. Estudou também cinema de animação no estúdio húngaro Pannónia Film. Foi Diretor de Arte da TV-Globo e da TV-Educativa atual TV-Brasil. Entre suas aberturas e vinhetas destacam-se as criadas para a primeira versão da novela Sítio do Pica-Pau Amarelo e a reformulação do vídeo-grafismo da TV-E.  Já ilustrou mais de 140 livros e projetou dezenas de capas para as principais editoras de literatura infanto-juvenil brasileiras, e é autor de seis filmes de animação, tendo recebido muitos prêmios por seu trabalho com animador e ilustrador. Entre eles por 4 vezes o Prêmio Jabuti de ilustração. Recebeu em 2006 o prêmio de literatura infanto-juvenil da Academia Brasileira de Letras com o seu livro Cartas Lunares. Já fez diversas exposições individuais no Brasil e no exterior, e foi indicado pela FNLIJ ao prêmio Hans Christian Andersen em 2006 e 2008 patrocinado pelo International Board on Books for Young People -IBBY na categoria ilustração.

 

O artista alscuta o invisível

por Raquel Matsushita (Designer do projeto gráfico do álbum)

O título acima é uma frase de Rui de Oliveira. Para mim, traduz muito sobre ele, dono de um olhar tátil, que ausculta os gestos, as histórias, o mundo. Talvez por isso, exista um propósito submerso em tudo o que concebe. As imagens e narrativas criadas por Rui são repletas de histórias dentro da história. A profundidade do seu olhar vai além do traço evocado nas posturas dos personagens, nos cenários altamente elaborados e nas tomadas das cenas. A profundidade se encontra também nos detalhes e naquilo que é invisível. As lacunas são presentes ofertados ao leitor para que este, com a
própria experiência de vida, tenha a chance de preencher.
Rui não se prende a uma técnica específica, tampouco é escravo das cores. A intimidade com o desenho revela a liberdade de contar histórias com a voz que lhe convém. A cada livro, um tom. Parece exercitar o desconhecido, o que faz dele um surpreendente artista a cada obra. No entanto, é possível reconhecer em todos os trabalhos as inúmeras alusões, a integridade e o esmero como alicerces de uma coluna vertebral. Sendo assim, compreendo melhor a frase que ouvi em determinada aula: “ao mudar, você mantém o seu DNA, presente no diferente”. Os desenhos feitos por Rui não precisam
de explicação, os traços se fundem com a música, a dança, a vida. Sempre saímos transformados e encantados depois de um encontro com ele, seja em uma conversa informal, em uma sala de aula ou em um dos seus belos livros.
O processo de criação é uma oportunidade para trocas e reflexões. Rui ouve, pondera, aceita, apesar do seu vasto conhecimento como artista, professor, designer e autor. Saio, portanto, modificada após a experiência deste livro, com o qual despertamos, juntos, nossos imaginários criativos. Sendo “o desenho um eletrocardiograma da alma, do coração” – frase de uma conversa informal – por meio desta obra, somos nós, leitores, que ganhamos a honra de dialogar com um fragmento da alma deste relevante autor.

Prefácio | Paulo Condini
Como vejo a arte de ilustrar | Rui de Oliveira
Contos de fadas
A bela e a fera
Chapeuzinho vermelho
João e Maria
A bela adormecida
O Barba Azul
Histórias clássicas
Romeu e Julieta
Sonho de uma noite de verão
A formosa princesa Magalona
Melusina, a dama dos mil prodígios
A tempestade
Biografia e Estudos para ilustrações
Uma história que começa a ser contada | Raquel Menezes
O artista alscuta o invisível | Raquel Matsushita

Informação adicional

Peso 900.0 g
Autor

Sumário

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Contos de Fadas e Histórias Clássicas”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *