Nas trincheiras da memória. lutas pelo passado, política de memória e justiça de transição no Sul da Europa e na América do Sul

R$79,00

Textos selecionados por: Carlos Artur Gallo
ISBN: 9786586280692
Edição: 1
Lançamento: 15.08.2022
Peso: 900.0g
Dimensões: 160.0 x 230.0 x 50.0 mm

Em estoque (pode ser encomendado)

REF: 9786586280692 Categorias: ,

Descrição

Nas trincheiras da memória é um livro que une coragem, indignação e rigor acadêmico. De acordo com Carlos Gallo, organizador do volume, os ensaios tratam das “políticas de memória que foram e estão sendo implementadas e os mecanismos de justiça de transição realizados em cada contexto para lidar com os legados do autoritarismo”. Abordando realidades sociopolíticas diversas, mas que apresentam diversos aspectos comuns, este livro é fundamental não apenas para pesquisadores e pesquisadoras que pretendem analisar e refletir acerca de temas como ditaduras, anistias, lutas, reparações e impunidades, mas interessa também a todas as pessoas interessadas em refletir sobre política, democracia e liberdade.

Um diferencial da presente coletânea, se comparada à outras semelhantes, é o conjunto de países abordados nas análises
realizadas pelas e pelos autores dos capítulos. São analisados desde o sul da Europa, representado por Portugal e Espanha, até a América do Sul, representada por Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai. Outro aspecto que a particulariza é o conjunto de autoras e autores dos capítulos. Trata-se de uma equipe formada por pesquisadoras e pesquisadores brasileiros/as e estrangeiros/as com atuação na área da Ciência Política, nas Relações Internacionais, na Antropologia, na História e no Direito.
A estes, soma-se a contribuição de pesquisadoras e pesquisadores em formação, caso de estudantes de graduação e pós-graduação da Universidade Federal de Pelotas.
Plural no que se refere aos diferentes países e perspectivas que abrange, a obra está estruturada em torno de dezesseis
capítulos e um apêndice. A ordem dos capítulos tenta dar conta das diferentes abordagens realizadas pelos e pelas autores/as. Para iniciar, debates teórico-metodológicos, discussões conceituais. Na sequência, estudos temáticos sobre os países e análises comparadas.
O foco dos capítulos abrange desde o estudo das lutas pelo passado, das políticas de memória e da justiça de transição à compreensão de outros aspectos envolvendo o modo como surgiram os regimes de exceção e suas repercussões no presente. Ao final, encontrase um apêndice, no qual são publicados, após longo trabalho de preenchimento, revisão e organização, os quadros que foram preparados pela equipe de bolsistas que trabalhou comigo, entre 2017 e 2020, nos projetos do Núcleo de Pesquisa sobre Políticas de Memória – NUPPOME.
O conjunto de textos aqui reunidos evidencia, inicialmente, que as lutas por memória, verdade e justiça estão longe de serem encerradas. As análises evidenciam, ainda, que apesar das limitações decorrentes da pandemia, é possível continuar se posicionando “nas trincheiras da memória”, exigindo medidas de reparação e a punição daqueles que cometeram violações aos direitos humanos, seja na região latino-americana, seja no sul da Europa

SUMÁRIO

Apresentação – p. 9
Capítulo 1 – Políticas de memória: aproximações conceituais e
teóricas – p. 12
Caroline Silveira Bauer
Capítulo 2 – Políticas de memoria: herramientas estrategicas para
su estudio – p. 24
Virginia Vecchioli
Capítulo 3 – Passados dolorosos, Educação Histórica e História
Pública: os usos dos acervos repressivos do Cone Sul na
aprendizagem histórica – p. 55
Ananda Simões Fernandes e Tatyana de Amaral Maia
Capítulo 4 – Exigencias de Justicia para los 40 latinoamericanos
víctimas de la dictadura en Chile – p. 78
Boris Hau
Capítulo 5 – “O recreio terminou”: as dimensões da disputa da
memória no Uruguai em 2020 – p. 100
Andrés Del Río
Capítulo 6 – 25 años de las “Marchas del Silencio” en Uruguay:
entre conmemoraciones y reivindicaciones – p. 126
Ana María Sosa González

livro-NAS-TRINCHEIRAS.indb 6 6/28/21 7:49 PM

Capítulo 7 – Memória, verdade e justiça: desdobramentos do
sistema interamericano de direitos humanos no Brasil – p. 156
Bruno Boti Bernardi, Janaína de Almeida Teles e Christian Jecov
Schallemüller
Capítulo 8 – No rastro das transições: elementos para uma
comparação entre o Sul da Europa e o Cone Sul – p. 187
Carlos Artur Gallo
Capítulo 9 – Transições e democracia no Brasil e na Argentina:
perspectivas a partir da cultura política e da opinião pública – p. 215
Bruno Mello Souza
Capítulo 10 – Justicia transicional y políticas de memoria en
Colombia: balance en un escenario de polarización política – p. 235
Jaime Alberto Bornacelly
Capítulo 11 – A longa transição do Paraguai: desafios para a
consolidação da democracia – p. 258
Genaro da Silva Ribeiro
Capítulo 12 – Movimentos de luta pela terra e repressão a
camponeses durante a ditadura civil-militar no Brasil: reflexões
sobre história, memória e justiça de transição – p. 277
Alessandra Gasparotto e Fabricio Teló
Capítulo 13 – A arte como uma interface política no processo de
transcriação das memórias difíceis: os lugares de sofrimento e os
dilemas da transmissão – p. 301
Daniele Borges Bezerra e Darlan de Mamann Marchi

livro-NAS-TRINCHEIRAS.indb 7 6/28/21 7:49 PM

Capítulo 14 – “Eu ou o caos”: a ascensão de Salazar através do medo
em Portugal – p. 325
Bruno Gazalle Cavichioli
Capítulo 15 – O Legislativo veste Farda: uma análise do perfil e do
conteúdo vinculado às campanhas dos “parlamilitares” eleitos em
2018 – p. 345
Caio Paglis Marques Plácido
Capítulo 16 - Educação em tempos de Segurança Nacional: o Cone
Sul em perspectiva comparada – p. 368
Bruna Borges Rodrigues
Apêndice – Políticas de memória: Cone Sul e Sul da Europa – p. 392
Carlos Artur Gallo, Deivid Mendonça Cardoso, Isabela Rodrigues do
Nascimento, Caio Paglis Marques Plácido, Laura Feijó de Souza, Pedro
Henrique Correia de Andrade, Jordana Ferreira Ribeiro e Mariana de Lara
Bueno
Sobre as/os autoras/es – p. 429

Informação adicional

Peso 900.0 g
Sumário

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Nas trincheiras da memória. lutas pelo passado, política de memória e justiça de transição no Sul da Europa e na América do Sul”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *