Poemas e Contos

R$30,00

Autor: Florbela Espanca
Design: Bloco Gráfico
Textos selecionados por: Raquel Menezes
ISBN: 9786586280579
Edição: 1
Lançamento: 05.03.2021
Peso: 100.0g
Dimensões: 120.0 x 170.0 x 30.0 mm
Páginas: 120

Em estoque

Descrição

A obra Poemas e Contos, de Florbela Espanca, reúne 42 poemas e 7 contos em uma coletânea inédita. O livro oferece ao leitor uma visão geral da obra da autora portuguesa, incluindo poemas mais conhecidos. Florbela incorpora à sua obra um pós-romantismo, ainda que bastante moderno, transitando entre a fragilidade e a força. A poeta do início do século XX, já assumia uma dicção feminista, ao trazer para a fala da mulher uma dialética entre potência e marginalidade. Desse modo, Florbela ocupa um lugar singular na poesia em língua portuguesa, lugar de abertura, inauguração. Em sua obra tece o amor, ora pelo caminho da solidão, ora pelo da subversão. Há em Florbela um erotismo que agrada aos leitores, ainda que este viés erótico seja com a ausência da consumação do erótico e a escolha do estar só, em castidade. Esse erotismo de Florbela, acentua, seu lado subversivo, e, assim, a escritora potencializa seu desejo de amar e o coloca em ação. Essa dicotomia do amar sem amor em ambivalência com um amor plural, ao mesmo tempo casto e libertário, que é marca da autora é facilmente percebida nesta coletânea.

Esse é o primeiro livro da coleção Mulheres de Todos os Tempos

Amar

A atriz Dira Paes lê “Amar” de Florbela Espanca em nosso canal de Youtube.

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui… além…
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente…
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!…
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi para cantar!

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder… pra me encontrar…

VEJA MAIS SOBRE O LIVRO

CBN A interessante trajetória de Florbela Espanca

estadão Confira 5 livros para ler no fim de semana

Publishnews Mulheres de todos os tempos: Florbela Espanca 

451 Três belos romances e outros nove lançamentos

Rascunho Nova coletânea de Florbela Espanca é lançada no Brasil

Valor Poemas e Contos

Veja Coletânea inédita de obra de Florbela Espanca é lançada

 

 

Sobre o autor
Florbela Espanca nasceu em 8 de dezembro de 1894, em Vila Viçosa (Alentejo), e, 36 anos depois, na madrugada de 7 para 8 de dezembro, suicidou-se. Florbela, que teve
sua obra ignorada tanto pelo leitor quanto pela crítica, teve seus poemas publicados – em vida – em uma pequena tiragem e com recursos próprios. Agora, neste volume que abre a coleção Mulheres de todos os tempos, trazemos poemas e contos de Florbela, em uma edição inédita que une as duas verves literárias da autora.

apresentação
RELER FLORBELA ESPANCA 7
poemas
DEDICATÓRIA 11
amar 12
FANATISMO 13
HORAS RUBRAS 14
EU 15
VAIDADE 16
CASTELÃ DE TRISTEZA 17
TORTURA 18
LÁGRIMAS OCULTAS 19
TORRE DE NÉVOA 20
a minha dor 21
dizeres íntimos 22
as minhas ilusões 23
NAVIOS-FANTASMAS 24
suavidade 25
noite de saudade 26
toledo 27
ser poeta 28
à morte 29
realidade 30
a mulher (ii) 31
amiga 32
saudades 33
A NOSSA CASA 34
SUPREMO ENLEIO 35
MINHA CULPA 36
crucificada 37
AMBICIOSA 38
NOCTURNO 39
escrava 40
PARA QUÊ?! 41
conto de fadas 42
Pequenina 43
o meu mal 44
frieza 45
OS VERSOS QUE TE FIZ 46
ÚLTIMO SONHO DE SÓROR SAUDADE 47
Escreve-me 48
ANSEIOS 49
LANGUIDEZ 50
ÁRVORES DO ALLENTEJO 51
balada 52
contos
A OFERTA DO DIA 55
O aviador 57
A MORTA 65
OS MORTOS NÃO VOLTAM 73
O RESTO É PERFUME 83
AS ORAÇÕES DE SOROR MARIA DA PUREZA 93
O SOBRENATURAL 105

Informação adicional

Peso 100.0 g
Autor

Sumário

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Poemas e Contos”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *