Poemas eróticos

R$44,00

Autor: Maria Teresa Horta
Textos selecionados por: Raquel Menezes, Luis Maffei
ISBN: 9788595000261
Edição: 1
Lançamento: 25.07.2018
Peso: 300.0g
Dimensões: 140.0 x 210.0 x 5.0 mm
Páginas: 115

Fora de estoque

REF: 9788595000261 Categorias: , , ,

Descrição

Raquel Menezes e Luis Maffei organizaram essa antologia de poemas eróticos da Maria Teresa Horta. A poesia erótica de Maria Teresa Horta é, a um só tempo, inteiramente desabrida e contida. Desabrida, porque indica, com clareza inequívoca, as inúmeras imagens dos encontros reais ou imaginados dos corpos, da fricção dos amantes em constante excitação prazerosa. Mas contida, pela palavra cuidadosa e jamais vulgar, mesmo quando explícita; pelo ritmo que mimetiza o vislumbre concreto da prática amorosa ao invés de sua mera representação alusiva; pelo verso preciso que recobra a tradição de imagens eróticas em nossa língua.

Sobre o autor
Filha de Jorge Augusto da Silva Horta, 5.º Bastonário da Ordem dos Médicos de 1956 a 1961, e de sua primeira mulher D. Carlota Maria Mascarenhas – a qual era neta paterna, por bastardia, do 9.º Marquês de Fronteira, 10.º Conde da Torre de juro e herdade, Representante do Título de Conde de Coculim, 7.º Marquês de Alorna de juro e herdade e 11.º Conde de Assumar de juro e herdade, ele próprio também filho natural – é oriunda, pelo lado materno, de uma família da alta aristocracia portuguesa, contando entre os seus antepassados a célebre poetisa Marquesa de Alorna.

Frequentou o Liceu D. Filipa de Lencastre. Estudou na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Dedicou-se ao cine-clubismo, como dirigente do ABC Cine-Clube, ao jornalismo e à questão do feminismo tendo feito parte do Movimento Feminista de Portugal juntamente com Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa, as Três Marias. Em conjunto lançaram o livro Novas Cartas Portuguesas, que, na época, gerou forte impacto e contestação.

Teresa Horta também fez parte do grupo Poesia 61.

Publicou diversos textos em jornais como Diário de Lisboa, A Capital, República, O Século, Diário de Notícias e Jornal de Letras e Artes, tendo sido também chefe de redacção da revista Mulheres. Esta revista, um projecto pessoal de Maria Teresa Horta, consistiu num projecto feminista, de forte cunho essencialista.

Foi casada, em segundas núpcias, com o jornalista Luís de Barros, de quem tem um único filho, Luís Jorge Horta de Barros (4 de abril de 1965), casado com Maria Antónia Martins Peças Pereira, com dois filhos, Tiago e Bernardo Barros.

A 8 de março de 2004 foi feita Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique pelo Presidente da República Portuguesa, Jorge Sampaio.

Foi galardoada com o Prémio D. Dinis 2011 da Fundação Casa de Mateus pela sua obra “As Luzes de Leonor”, o qual aceitou, embora se recusasse a recebê-lo das mãos do Primeiro-Ministro Pedro Passos Coelho, ao qual cabia entregá-lo, alegando que este está “a destruir o país”.

De Espelho inicial (1960)
INCÊNDIO PERMANENTE, 9
De Tatuagem (1961)
OUTUBRO, 11
De Cidadelas submersas (1961)
POEMA DO MAR, 13
INFINITO, 15
De Verão coincidente (1962)
INVOCAÇÃO AO AMOR, 16
De Amor habitado (1963)
REGOZIJO, 18
DEDOS, 19
De Candelabro (1964)
TU, 20
CATIVA, 21
MORBIDEZ, 22
CIÚME, 23
FELICIDADE, 25
De Jardim de inverno (1966)
CHICOTE, 27
DESEJO, 31
De Cronista não é recado (1967)
RETRATO DE SENHORA, 32
De Minha senhora de mim (1971)
ESQUECER COMO, 34
VIOLÊNCIA, 35
A SEU AMIGO, 36
ARMA, 37
SEGREDO, 38
ANTECIPAÇÃO, 39
De Educação sentimental (1975)
EDUCAÇÃO SENTIMENTAL, 40
SOBRE A FERTILIDADE E A MENSTRUAÇÃO, 41
A VEIA DO (TEU) PÉNIS, 43
A LÍNGUA, 44
AS AXILAS, 46
O CLITÓRIS, 47
A VAGINA, 48
OS PÉS, 49
MODO DE AMAR I, 50
MODO DE AMAR VI, 51
MODO DE AMAR XIV, 52
GOZO III, 54
GOZO X, 55
De Mulheres de abril (1976)
AMAMENTAR, 56
De Os anjos (1983)
De “Anjos do prazer”
VII, 57
De “Anjos do apocalipse”
I, 58
II, 59
De “Anjos do amor”
I, 60
III, 61
De “Anjos do corpo”
IV, 62
XXI, 63
De “Anjos da memória”
XV, 64
De “Anjos mulheres”
XI, 65
De Minha mãe, meu amor (1984)
Capítulo II – A luz, 66
De Rosa sangrenta (1987)
“[Uma rosa que sangra]”, 69
Período 3 – O desejo, 72
De Destino (1997)
PONTO DE PÉROLA, 74
AMÊNDOA AMARGA, 76
DO EXCESSO, 78
De Só de amor (1999)
INVENÇÃO, 80
O TEU CORPO, 82
MAIS FORTE, 83
JOGO, 84
De Inquietude (2006)
PONTO DE HONRA, 85
GOSTO, 87
PRAZER, 88
De Feiticeiras (2006)
ÁRIA DA FEITICEIRA, 89
FEITIÇO, 91
De Poemas do Brasil (2009)
FACES DO POEMA EM UBATUBA, 92
MENINAS DE PARATY, 93
De Poemas para Leonor (2012)
GONÇALA, 95
De A dama e o unicórnio (2013)
A MÃO, 96
De Anunciações (2016)
CONDIÇÃO DE MULHER, 97
INQUIETUDE, 98
VIRGINDADE, 99
TENTAÇÕES, 100
De Poesis (2017)
ÊXTASE, 101
ENCONTRO, 102

Informação adicional

Peso 300.0 g
Autor

Sumário

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Poemas eróticos”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *