Valêncio Xavier. O minotauro multimídia

R$38,50

Autor: Ângela Maria DIAS
ISBN: 9788565505925
Edição: 1
Lançamento: 22.11.2016
Peso: 100.0g
Dimensões: 140.0 x 210.0 x 20.0 mm
Páginas: 117

Em estoque

REF: 9788565505925 Categorias: , ,

Descrição

Valêncio Xavier é um exemplo contemporâneo e radical de muitas das potencialidades de nosso tempo. Artista múltiplo, cultor da força das imagens, realizador de filmes e outras produções audiovisuais, Valêncio encontrou na literatura um lugar privilegiado de expressão. Nas páginas de seus livros, o exercício transemiótico desse criador atinge uma dimensão excepcional, criando tensões entre palavra e imagem, passado e presente, banalidades e anomalias. Numa palavra, a escrita imagética de Valêncio Xavier é perturbadora. Nesta coletânea de ensaios, a destacada professora e pesquisadora de literatura brasileira Ângela Maria Dias mergulha com profundidade e extensão na obra valenciana dando visibilidade a um artista que não tem figurado como merece no cânone da nossa literatura. Além de ser um convite à obra de Valêncio Xavier, estes ensaios são um modo de pensar, contemporâneo radical que é este escritor, a nossa própria contemporaneidade.

Sobre o autor
Professora Titular de Literatura Brasileira e Literatura Comparada da UFF, ensaísta, crítica literária e pesquisadora do CNPq. Foi pesquisadora, com bolsa CAPES/FULBRIGHT, na Brown University (EUA, 2007), e professora visitante na Georgetown University (EUA, 2007-2008). Além de vários artigos em periódicos especializados, e da organização de coletâneas de ensaios, publicou “A forma da emoção Nelson Rodrigues e o melodrama” (Ed.7Letras,2013). Mais recentemente publicou Valêncio Xavier:o minotauro multimídia (Oficina Raquel, 2016) e organizou as coletâneas Cenas de arte e ficção : teatralidades contemporâneas (Faperj, Confraria do Vento, 2015), com Paula Glenadel; e Atores em cena: o público e privado na literatura brasileira contemporânea, com Stefania Chiarelli. Atualmente trabalha com Ficções performáticas na Literatura e em outras artes,com ênfase em sintomas da distopia contemporânea, como o ceticismo, a violência e o cinismo.

Introdução: Sade, Nelson Rodrigues e Valêncio Xavier:
Ligações perigosas............................................................................... 7
A sublimação do abjeto em Valêncio Xavier................................... 15
A morte engenhosa: Sobre Meu 7º Dia — Uma Novella Rébus... 31
Valêncio Xavier e o aprendizado do olhar como perda................ 48
Melodrama e alegoria em Valêncio Xavier...................................... 69
Fetiches do desejo e da morte: Sobre a literatura
de Valêncio Xavier............................................................................... 84
100 Anos em 100 Filmes de Valêncio Xavier:
O museu imaginário de um amador................................................. 98
Referências Bibliográficas.................................................................. 113

Informação adicional

Peso 100.0 g
Autor

Sumário

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Valêncio Xavier. O minotauro multimídia”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *