Publicado em Deixe um comentário

Todes juntxs por um mundo igualitário!

A Editora Oficina Raquel vai começar a publicar quadrinhos! E, para isso, montou uma campanha na plataforma “Catarse” para o lançamento de A liga das superfeministas, da canadense Mirion Malle.  Trata-se de uma HQ ao mesmo tempo didática e muito divertida, na qual são apresentados e discutidos conceitos tais como feminismo e alfabetização midiática, passando ainda por interseccionalidade, privilégio, imagem corporal, inclusão e muito mais; tudo desmistificado na forma de um diálogo espirituoso e realista que incentiva o questionamento das histórias que contamos sobre identidade.

Os quadrinhos perspicazes e bem-humorados de Malle transportam conceitos elevados da torre de marfim para o espaço eternamente mais seguro de discussão aberta. Em A liga das superfeministas, cavaleiros e princesas apresentam problemas associados ao consentimento; os super-heróis revelam estereótipos problemáticos associados ao gênero; e espectadores mal-humorados mostram o quão insidiosa a cultura dos xingamentos pode ser.

A liga das superfeministas articula com equilíbrio e clareza como preconceitos inconscientes e processos de pensamento problemáticos podem ter resultados trágicos. Por que o feminismo é importante? As feministas odeiam o homem? Como raça e feminismo se cruzam? Malle responde a essas perguntas para jovens leitores, em uma história em quadrinhos que é tão lúdica e hilária quanto necessária. Os 50 primeiros apoiadores dessa nova campanha da Oficina Raquel receberão brindes especiais. Maiores detalhes da campanha podem ser conferidos em https://www.catarse.me/superfeministas